Publicidades

09/07/2020 | 18:12 | Geral

''Lareira não explodiu'', afirma pai de menina que morreu após sofrer queimaduras em Lagoa Vermelha

Segundo ele, a lareira não explodiu, e sim o tarro de álcool

Reprodução


Em entrevista à Tua Rádio Cacique, Marcelo Farias Teixeira falou sobre o acidente que deixou quatro pessoas feridas e vitimou sua filha. Segundo o relato, ele e sua família estavam na garagem da casa, localizada no bairro Nunes, em Lagoa Vermelha. Eles tinham acabado de jantar. Marcelo havia preparado um churrasco.


Após a refeição, as crianças pediram para que a lareira ecológica fosse acesa. O equipamento estava posicionado bem próximo da churrasqueira. A explosão teria ocorrido no momento em que Marcelo abriu o recipiente onde estava o etanol. Segundo ele, a lareira não explodiu, e sim o tarro de álcool.


O fogo se espalhou com velocidade, atingindo as pessoas e objetos próximos. Terlize, de 12 anos, foi a mais afetada. O pai conta que tentou apagar as chamas, e salvar a filha. Ela foi socorrida até o hospital São Paulo, de Lagoa Vermelha, e depois transferida para Passo Fundo, mas não resistiu. O irmão dela, de sete anos, também foi internado, e deve receber alta nos próximos dias. Marcelo, a esposa e sogra também se feriram.

Fonte: Rádio Cacique de Lagoa Vermelha

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer