Publicidades

09/07/2020 | 06:02 | Geral

Mais de 3 mil pessoas estão fora de casa por causa das cheias no RS

Em São Sebastião do Caí, 1,8 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas residências pela alta do rio

Em São Sebastião do Caí, água invadiu a cidade Prefeitura São Sebastião do Caí / Facebook/Reprodução


Entre desalojadas e desabrigadas, 3.020 pessoas tiveram de ser removidas de suas casas no Rio Grande do Sul até o final da tarde desta quarta-feira (8) devido às cheias. O boletim da Defesa Civil Estadual divulgado no final da tarde aponta 18 municípios afetados.


Em São Sebastião do Caí, 1,8 mil pessoas tiveram de sair de casa segundo o órgão. Com um ritmo de alta menor do que os quase 30 centímetros por hora até o começo da tarde, o nível do Rio Caí subiu 18 centímetros entre 14h e 15h, atingindo no começo da noite 13,78m, de acordo com medição da prefeitura


A inundação fez com que cerca de 50 famílias fossem abrigadas no bairro Rio Branco, no ginásio de esportes e no salão da Igreja Católica daquela comunidade.


Em Arroio do Meio e Muçum, 160 pessoas desabrigadas foram encaminhadas a abrigos públicos municipais. A Defesa Civil enviou máscaras descartáveis, álcool gel e outros itens de higiene para 48 famílias alojadas no Parque Imigrante, em Lajeado. 


Já em Candelária, a inundação do Rio Pardo, que cruza parte da cidade, obrigou a retirada de quatro famílias que serão alojadas provisoriamente em vizinhos e familiares.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer