Publicidades

25/03/2020 | 17:12 | Educação

FAHOR segue com aulas virtuais para estudantes e home office para seus colaboradores

Fahor/divulgação


Estudantes, professores e funcionários da FAHOR, assim como de quase todo o planeta vivem novas rotinas a partir dos Decretos Municipais, Estaduais, Federais, orientando as pessoas a ficarem em casa, como metodologia escolhida pela OMS - Organização Mundial da Saúde para conter o Coronavírus.



Se manter em casa e cumprir tarefas em home office ainda é novidade para a grande maioria das pessoas, pois o trabalho remoto e o uso de tecnologias de informação ainda eram utilizadas num percentual pequeno de atividades, o que está mudando radicalmente nos últimos dias.



Na FAHOR as aulas presenciais foram até a quarta-feira, 18, e no dia seguinte, quinta-feira, 19, todos os estudantes e professores passaram a se encontrar em salas virtuais, dando continuidade ao semestre letivo e protegendo estudantes, professores e seus familiares, da pandemia. 



Os professores já haviam passado por qualificações na plataforma virtual da instituição em fevereiro e março de 2019 e com a perspectiva de suspensão das aulas presenciais, todos os professores foram chamados para requalificações que ocorreram nos dias 16, 17 e 18 de março, quando também iniciaram a adaptação das suas disciplinas para a virtualização dos conteúdos. A FAHOR e os professores estão utilizando de diversas ferramentas para construir o aprendizado com os estudantes, com videoconferências ao vivo no mesmo horário das aulas, exercícios on line, vídeos gravados, textos, chats (salas virtuais onde os professores respondem dúvidas dos estudantes e todos trocam ideias sobre os conteúdos). A Biblioteca Digital da FAHOR, que conta com mais de 9.000 títulos, e diversas funcionalidades incluindo audiolivro, marcação e compartilhamento de trechos dos livros entre professores e estudantes também têm sido um apoio importante para manter a qualidade das aulas e o envolvimento dos estudantes. 



Muitas disciplinas da instituição são essencialmente práticas e tem uso intensivo dos mais de 30 laboratórios do Campus. Estas aulas, bem como as provas finais se manterão presenciais, e agendadas num novo calendário, a ser montado e preparado assim que forem anunciadas as orientações das autoridades e que permitirem o retorno com segurança às atividades presenciais. Alguns eventos internos e externos previstos para esta e as próximas semanas estão sendo cancelados ou adiados.



Nestes primeiros dias de aulas virtuais a estudante Letícia Gentile ainda está se adaptando ao novo jeito de estudar. “Está tranquilo acompanhar as aulas, mas tenho dificuldade de prestar atenção no computador estando em casa, mas estou na luta”, relata.



A estudante Graciely Medeiros também destaca que a cobrança é feita tanto ou mais que em sala de aula presencial. “Os professores estão muito empenhados em nos explicar o conteúdo e sanar todas as dúvidas”, destaca.



Desde a última segunda-feira, 23, iniciou o home office para quase todos os setores da instituição, mantendo plantões presenciais de atendimento no telefone e nos setores como Secretaria, Tesouraria, Tecnologia da Informação, Limpeza e Segurança. Os professores e a grande maioria dos técnicos administrativos trabalham de suas casas mantendo as atividades da instituição. Em paralelo, grupos de professores, técnicos, estudantes e egressos estudam formas de contribuir voluntariamente para  auxiliar hospitais e secretarias da Saúde com equipamentos de proteção, como máscaras e até respiradores.


Fonte: Assessoria Fahor

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer